Sua História é a sua Viagem

Viagem a Cavalo Leia e comente!

Caminho dos Diamantes – A Rotina

O caminho dos Diamantes foi sem dúvida o mais difícil dos quatro que percorri. Dos 395 km / 178,3 são de subidas e descidas sendo 26% de asfalto, 0,5% de trilhas e 73,5% de estradas de terra divididos em 18 planilhas na companhia da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço e de suas paisagens exuberantes.

Viagem a Cavalo Leia e comente!

Leonardo Letra e o Caminho dos Diamantes

Leonardo Letra tinha nas mãos tudo o que precisava. Um belíssimo animal, Campolina Marchador, e um projeto literário a ser realizado no Caminho do Diamante.

História, Arte & Literatura Leia e comente!

Projeto Brasil Campolina Marchador

Há três anos nascia o projeto Brasil Campolina Marchador. Um projeto voltado para a arte e a educação. Projeto idealizado por Leonardo Letra, escritor e contador de histórias.

Sua História é a sua Viagem Leia e comente!

Passeio a Cavalo no Campo

Já estava acostumava a só ficar rodando a cena, tirando uma foto aqui outra acolá, lembrando mesmo dos tempos em que era eu, e “outras crianças”, agora já bem crescidas, que cavalgava por ali a fora.

Diários de viagens Leia e comente!

Uma Cavalgada na Serra Catarinense

A visão que rompe as barreiras dos cânions e vai além da planície em cima de um cavalo é indescritível. E posso dizer, depois de já ter visitado alguns dos mais bonitos cânions da região Sul do Brasil, que os Cânions das Laranjeiras é um dos mais lindos e surpreendentes.

História, Arte & Literatura 2 Comentários

Cavalhadas no Nordeste (Alagoas): uma tradição que resiste ao tempo

Como sabemos são muitas as tradições que envolvem cavalos e cavaleiros, algumas delas vindas de épocas medievais e até hoje muito presentes em festas populares, como é o caso das Vaquejadas e Cavalhadas. O testemunho dos primeiros cronistas aponta as Cavalhadas no Nordeste como os primeiros acontecimentos folclóricos a cavalo, no Brasil.

Sua História é a sua Viagem Leia e comente!

Peregrinação a Cavalo

Há algum tempo atrás estive no Santuário de Santo Expedito (SP), e lá fiz uma promessa, a mesma que motivaria uma viagem diferente e especial na minha vida. Prometi que se o pedido que ali fiz fosse alcançado, eu iria da minha casa, em Pompéia (SP), até o Santuário montado em um cavalo, sem dinheiro, sem comida, sem preparar o trajeto e os locais de pouso e tudo que cercaria essa aventura que gosto de chamar de Peregrinação.