Cavalo Selvagem – Sentimentos a Cavalo

Eliakin Rufino

Cavalo Selvagem

eu sou cavalo selvagem

não sei o peso da sela

não tenho freio nos beiços

nem cabresto

nem marca de ferro quente

não tenho crina cortada

não sou bicho de curral

eu sou cavalo selvagem

meu pasto é o campo sem fim 

para mim não existe cerca

sigo somente o capim

eu sou cavalo selvagem

selvagem é minha alegria de ser livre noite e dia

selvagem é só apelido

meu nome é mesmo cavalo cavalo

solto no pasto veloz carreira que faço

lavrado todo atravesso caminhos no campo eu traço

eu corro livre galope

transformo galope em verso

eu sou cavalo selvagem

sou garanhão neste campo

eu sou rebelde alazão

sou personagem de lendas

sou conversa nas fazendas

sou filho livre do chão

eu sou cavalo selvagem meu mundo é a imensidão

Anterior Mangalarga - Mineiro ou Paulista?
Próximo Santiago de Compostela - Entrevista Joselice Valiati

Sobre o Autor

Midia
Midia 33 posts

Fontes Diversas

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Paso Fino- Série 2

Publico uma série de três publicações com uma sequência de fotos para entender melhor uma das marchas do Cavalo Paso Fino da Colômbia.

Guias e tutoriais Leia e comente!

São Jorge – Santo Cavaleiro e Guerreiro

A minha admiração foi diante de uma obra de arte em forma da cena de São Jorge matando o dragão para salvar uma pobre virgem do sacrifício que lhe impunham! A história por trás dessa imagem é tão bonita quanto ela.

Histórias e Tradições Leia e comente!

Tereré & Chimarrão – Semelhanças e diferenças!

Na minha jornada de vida, já tive oportunidade de beber tanto um quanto o outro, e posso dizer que além da erva-mate em comum, o tereré e o chimarrão tem o poder de aproximar pessoas!

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!