A Origem do Cavalo Nordestino

A Origem do Cavalo Nordestino

O resgate de uma raça

Foto: Cedida por Luís Cléber

 

Por Jacira Omena*

 

Como prometido, começamos a abordar a questão do Cavalo Nordestino e as iniciativas em relação ao resgate e preservação dessa raça genuinamente brasileira.

 Através do texto de Luís Cleber – http://cavalonordestino.blogspot.com.br – um dos representantes da Associação Equestre e de Preservação do Cavalo Nordestino, conheceremos um pouco mais sobre as origens e formação genética dessa raça.

 Cavalo Nordestino faz parte da colonização do Brasil mais antiga, em toda região Nordeste, e ainda faz parte do dia a dia do povo dessa região.


“O Cavalo Nordestino é originado diretamente do Barbo também chamado de Bérbere ou Norte-Africano, cavalo de batalha utilizado pelos Turcos muçulmanos e que foram introduzidos no Brasil por Portugal no período colonial.

 O Cavalo Barbo, o Árabe e o Turquiano são consideradas raças tronco, uma vez que delas se originaram todas as outras raças que conhecemos atualmente.

 Alguns historiógrafos afirmam que o Brasil recebeu os primeiros cavalos vindos com outras espécies domésticas das ilhas da Madeira e das Canárias, em 1534, por iniciativa da esposa de Martin Afonso de Souza, Dona Ana Pimentel, posteriormente em 1535, Duarte Coelho inicia a sua criação em Pernambuco, mas a notícia concreta,através de documentos, da primeira introdução desta espécie em nosso País é dada por Tomé de Souza em 1549 recebendo cavalos de Cabo Verde.

 Coube a Garcia D’Ávila, senhor da Casa da Torre (Tatuapara), no litoral na Bahia, o trunfo de disseminar bovinos e equinos por todo interior do nordeste principalmente através do Rio São Francisco (Rio dos Currais) enfrentando condições difíceis de sobrevivência com escassez de água e alimentos, sendo esses de péssima qualidade, sem falar nos terrenos quentes e pedregosos, tocados sem ferradura, assim foi sendo forjado a única raça no mundo que mais possui características idênticas ao cavalo Berbere.”

 Nesse filme abaixo vemos um pouco mais sobre a história atual e antiga do Cavalo Nordestino!

Fonte: webtvunebjuazeiro

 Nesse outro filme vemos um espetacular exemplar da raça Berbere principal fornecedor de material genético para o Cavalo Nordestino.

Raphael Macek  

Fonte:http://cavalonordestino.blogspot.com.br

Anterior Passeio no Campo
Próximo Rodrigo Pessoa nas Olimpíadas

Sobre o Autor

Luis Cleber
Luis Cleber 4 posts

TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA - Sou uma pessoa que gosta de olhar para onde ninguém olha, valorizar o que ninguém valoriza e achar que o dia de hoje será sempre o último ou o primeiro dia da minha vida. As coisas pequenas são tão importantes quanto as grandes,

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Técnicas de Equitação 1 Comentário

Cinco Rédeas da Equitação

A Equitação tem aproximadamente seis mil anos e, nesse tempo todo, muita coisa se descobriu e se desenvolveu sobre o uso das rédeas.
Entre outras possibilidades de temas abordando rédeas teríamos “Rédeas Auxiliares”.
O que são rédeas auxiliares?
Não são rédeas de comando propriamente ditas e sim rédeas que auxiliam no posicionamento da cabeça do cavalo ou na prevenção e na correção de problemas.

Guias e tutoriais Leia e comente!

Exercícios Para a Preparação Física do Cavaleiro.

A equitação, que além de arte é esporte, requer uma preparação física adequada se quisermos que a relação entre o cavalo e o cavaleiro atinja bons resultados.

Viagem a Cavalo Leia e comente!

Viagem a Cavalo – Travessia no Pantanal/MS – Filme

O Pantanal é um mundo. E tive o prazer de percorrer uma ínfima parte deste território no lombo do cavalo pantaneiro vivenciando uma amostra dele.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!