Qual a Cor do Cavalo Branco de Napoleão?

Qual a Cor do Cavalo Branco de Napoleão?

Quadro Napoleão Cruzando os Alpes, pintado por Jacques Louis David

 

Por Jacira Omena*

 

Branco?

Só que não!

VEJAM AS VERSÕES!


 Após a complexa questão envolvendo a cor do vestido, que estressou as possibilidades da inteligência coletiva, pesquisadores pretendem retomar os estudos sobre qual era, na realidade, a cor do cavalo branco de Napoleão.

“Existem indícios de que o cavalo branco era na verdade azul turquesa, porém, a incidência da luz no ângulo da foto dificulta percepção da realidade”, explicou o pesquisador grego Alphonsus Facebukius, diretor do centro para Assuntos de Alta Relevância e Impacto da Universidade de Atenas. 

http://sensacionalista.uol.com.br/


Brincadeira, né?



WIKIPEDIA

 Napoleão Bonaparte nunca teve uma montaria fixa e chegou a usar até uma simples mula numa de suas maiores batalhas. 
A anedota sobre “a cor do cavalo branco de Napoleão” provavelmente foi inspirada em uma das imagens mais famosas do imperador francês, o quadro Napoleão Cruzando os Alpes, pintado por Jacques Louis David. Na tela, ele aparece todo estiloso, empinando um belo cavalo branco.
Os especialistas afirmam que na verdade Napoleão saiu desse conflito galopando no lombo de uma humilde mula. Imperador da França entre 1804 e 1815, Bonaparte usou diversas montarias durante suas conquistas militares e nunca teve um cavalo predileto como outras figuras históricas . 

Podemos dizer que o cavalo mais famoso de Napoleão era branco. Se chamava “Le Vizir”, e foi um presente do Sultado do Império Otomano em 1808, durante o segundo exílio de Napoleão na Ilha de Santa Helena. Este cavalo morreu em 1829, oito anos depois da morte do imperador francês. Le Vizir foi empalhado e pode ser visto no “Musée de l’Armée d’Hotel des Invalides”, em Paris.

Foto: TripAdvisor - Cortesia

Foto: TripAdvisor – Cortesia

 ACHOU QUE O CAVALO DA FOTO É BRANCO?

Falaremos nas próximas publicações um pouco sobre as cores das pelagens dos cavalos!

Anterior Cavalgadas: Conceitos e Organização
Próximo Entenda a sua Sela

Sobre o Autor

Jacira Omena
Jacira Omena 326 posts

Viajante e Escritora - Escreveu o Livro - Viajar a Cavalo:Um Guia Passo a Passo. "Viajo pelo mundo a cavalo sempre a procura de algo novo e surpreendente, e com grande frequência sou bem-sucedida nessa busca!

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Guias e tutoriais Leia e comente!

Crioulo – O Cavalo da América

Através do convívio diário durante essas viagens, desenvolvi a admiração pelo Cavalo Crioulo.
Meu primeiro contato com eles foi durante uma das primeiras viagens a cavalo que fiz, na região do Parque Nacional Torre del Paine, Chile. Atravessei terrenos difíceis, um dia atrás do outro, sem que o meu cavalo arrefece-se um só momento. Chamou a minha atenção, desde o princípio, a segurança dos seus passos, indiferente, entre subidas, descidas e caminhos pedregosos estreitos. Adquiri uma confiança cega nesse cavalo!

Guias e tutoriais Leia e comente!

Estou Bem para Viajar a Cavalo?

O quanto bem eu devo estar para viajar a cavalo?
Qual o grau de dificuldade?
O quanto é difícil viajar a cavalo?
Preciso está em grande forma física?

Hyde Park Stables – Cavalgada pela Trilha dos Reis

São 5 milhas de trilha em torno do lago Serpentine. Hyde Park é sinônimo de cavalo há mais de 300 anos, desde que Henrique VII, da Casa Tudor, o usava para praticar caça. Rotten Row (Caminho do Rei) é o caminho mais famoso por ligar o palácio de Buckingham ao de Kensington ao sul do parque.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!