Viajar a Cavalo é a minha Paixão – Jacira Omena

Viajar é a minha Paixão

Há alguns anos atrás fui convidada a participar de um projeto de um livro que trataria da paixão por cavalgar. A ideia era trazer a tona os sentimentos que diversas pessoas têm em torno do cavalo e do prazer em cavalgar. 

A paixão por cavalgar levou muitas dessas pessoas a viajar para diversos destinos no Brasil e no mundo, e outras se envolveram em outros projetos onde levaram essa paixão ao extremo.

Foi com muito prazer que desenvolvi a narrativa e o perfil dos participantes desse livro, e ter podido ter contato com sentimentos tão preciosos, foi para mim uma honra.

Eu, através da minha paixão por viajar a cavalo, também fiz parte desse livro. E trouxe do fundo do meu coração e das minhas memórias mais prazerosas os sentimentos que relatei sobre mim mesma em algumas páginas do livro Cavalgar, Nossa Paixão, que tem a minha pessoa como uma das autoras.

cavalgar, viajar, paixão

Vejam porque Viajar a Cavalo é a Paixão de Jacira Omena!

       

“Creio que isso tudo vem da minha infância e parte da adolescência vividas em uma fazenda.

Os cavalos sempre foram meus companheiros de aventuras e, possibilitaram o exercício da minha liberdade. Em cima do cavalo não havia diferenças entre eu e os meus irmãos, nem de força, já que não precisa, e muito menos de destreza, que não depende do gênero.

Na minha vida adulta, o cavalo continua exercendo o mesmo papel. Leva-me para lugares que as minhas pernas não podem mais me levar; permite-me desfrutar da natureza na sua forma mais plena; proporciona-me contatos com culturas e povos que despem a minha personalidade de preconceitos; e coloca-me em situações favoráveis de fazer amizades e conviver com pessoas de sentimentos iguais. Ou seja, o cavalo continua sendo o meu instrumento de liberdade e de igualdade de direitos”.

 

viajar, cavalgar, paixão

Lembranças de Infância 

“Fui buscar lembranças em terras e épocas distantes, para refazer um pouco os caminhos que me levaram a hoje optar por fazer viagens a cavalo. Lembrei da minha infância, do meu pai e das primeiras experiências marcantes que tive com cavalos e o ambiente que os cercam. Quase que revivi as cavalgadas feitas com meus irmãos, as brincadeiras, as competições e os acidentes decorrentes delas, os lanches nas vendas de beira de estradas, os banhos de rio e as broncas do meu pai no final de um dia cheio de aventuras. Senti o cheiro do cavalo suado, do couro molhado, do capim verde sendo cortado, do melaço no cocho e do farelo que cobria os meus cabelos. Escutei os gritos dos vaqueiros que chamavam e tocavam o rebanho e o berro e mugido dos bezerros e vacas pela manhã na hora de tirar leite. Vivia e perseguia o movimento da rotina diária da fazenda atrás de quem cozinhava; de quem tirava o leite da vaca; de quem dava banho nos cavalos; de quem colocava comida nos cochos; de quem cuidava das selas; de quem curava um bicho; de quem saía para a lida diária; dos meus irmãos; enfim, de qualquer um que não me mandasse de volta para casa. Essas lembranças fizeram surgir em mim a inspiração e a vontade de percorrer o mundo através de trilhas pouco usuais. Graças a elas, levo a energia da minha infância em cada viagem e usufruo do frescor dessa fase da vida para percorrer os caminhos atuais de grandes desafios e descobertas. ”

Trechos do Livro – Viajar a Cavalo: Um Guia Passo a Passo – onde a autora, Jacira Omena tenta encontrar uma explicação para a sua alma apaixonada por viagens a cavalo.

cavalgar,viajar,paixão

Alma de viajante no lombo do cavalo

Considera-se antes de tudo uma viajante, as viagens são muitas e de todos os tipos. Mas, nos últimos anos na proporção entre elas, quem sai ganhando mesmo são as feitas a cavalo. Diz – apesar dos meus 53 anos, a minha vontade de continuar a explorar a natureza e lugares a esmo continua a mesma de criança.

A minha curiosidade pelo mundo original e autêntico mantém o desejo de conhecer novos lugares, culturas e povos. Esses lugares são únicos, cada vez mais escassos e na maioria das vezes de difícil acesso.

O cavalo permite que eu alcance esses lugares de uma forma orgânica, sem intrusão e num ritmo que me oferece a oportunidade de degustar e sentir cada momento como a câmera lenta de um filme do cinema mudo.

paixão, viajar,cavalgar

Companheirismo e Gratidão pelo Cavalo

Nenhum veículo é vivo como o cavalo. E na condição dele de ator principal e, eu como coadjuvante, deixo-o me levar por trilhas diversas e participo simultânea e harmonicamente de cada movimento durante esse deslocamento. É junto com ele que avisto paisagens incríveis, participo de situações inusitadas e invejáveis e, convivo durante o dia e todos os dias de uma viagem. E ao final dela, estamos, eu e ele, administrando forças e lidando com o cansaço de mais uma jornada conquistada.

Da minha parte, a cada viagem realizada, o sentimento de conquista e gratidão. De conquista por ter ultrapassado mais uma vez os meus limites e de ter conseguido. E de gratidão por ter o privilégio de usufruir tamanha sensação.

paixão, viajar,cavalgar

Inúmeros destinos sobre quatro patas

E nessa parceria com cavalos de diversas raças, Jacira segue explorando os roteiros de viagens a cavalo. Da primeira viagem, de apenas três dias, as mais longas, de 21 dias, que tem feito atualmente, já percorreu trilhas no Brasil – Aparados da Serra, Estrada Real, Serra da Mantiqueira, Santuário de Aparecida, Fazendas Históricas do Café e Pantanal, Chile – Torre del Paine, Pucon e Patagônia Chilena, Argentina – Grande Travessia dos Andes (Patagônia Argentina e Chilena) e Salta, Equador – Alegria a los Baños, Vulcões Cotopaxi e Quilotoa, Costa Rica – Do pacífico ao Atlântico,  Turquia – Capadoccia, Rajastão, Indía, Colômbia, África do Sul e Caminho de Santiago de Compostela – 600km.

cavalgar,paixão, viajar

Acabou de fazer o Caminho Francês de Santiago de Compostela – 600 km – Mas, considera a “Grand Travessé”, viagem que cruza os andes entre a Argentina e Chile, na Patagônia, na altura de Bariloche, a viagem de sua vida. E uma das mais marcantes e desafiadoras, a feita no Equador, entre Alegria e Los Baños, entre os vulcões e altitudes de mais de quatro mil metros.

viajar,paixão,cavalgar

Viajar a Cavalo é para todos!

E para aqueles que ainda não fizeram uma viagem desse tipo, esclarece – viajar a cavalo é para todos. Informe-se e comece devagar. E cuidado – Vicia e a cura é de difícil tratamento.

paixão, cavalgar, viajar


Viajar a Cavalo é a Paixão de Mozart Brandão

Jacira Omena é co editora, co autora e co redatora do livro – Cavalgar, Nossa Paixão, e uma das 33 personagens que fazem parte do livro.

Anterior Santiago de Compostela - Programação Dia a Dia
Próximo Santiago de Compostela a Cavalo - Responsáveis

Sobre o Autor

Jacira Omena
Jacira Omena 326 posts

Viajante e Escritora - Escreveu o Livro - Viajar a Cavalo:Um Guia Passo a Passo. "Viajo pelo mundo a cavalo sempre a procura de algo novo e surpreendente, e com grande frequência sou bem-sucedida nessa busca!

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

Guias e tutoriais Leia e comente!

Cavalgada – Qual o Melhor Animal?

Qual o melhor animal para longas cavalgadas?
Melhor resposta: Depende.
Mas, com certeza o melhor será – o mais forte (com melhor preparo físico), o mais bem treinado e o mais cômodo e macio.
Veremos!

Guias e tutoriais Leia e comente!

O “Horsemanship” é um caminho para bem-estar animal

Cresce em todos os países, no chamado mundo do Cavalo, uma preocupação com mudanças de técnicas de manejo, de práticas na escolarização de potros, de atitudes no trabalho montado, que reduzam ou eliminem dor e sofrimento dos cavalos na sua relação conosco

Diários de viagens Leia e comente!

Caminhos do Imperador em Alagoas

Quando escutei pela primeira vez a notícia que essa empreitada – Expedição: Caminhos do Imperador em Alagoas – estava sendo feita, meus olhos brilharam. Amante que sou das grandes aventuras e desafios, enxerguei naquelas pessoas, desconhecidas para mim, um sentimento parecido.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!