Projeto Brasil Campolina Marchador

Por Leonardo Letra*

Há três anos nascia o projeto o Brasil Campolina Marchador. Um projeto voltado para a arte e a educação.

Sim, mas o que isso tem a ver com o Campolina?

Vamos explicar. O projeto foi idealizado por Leonardo Letra, escritor de literatura infanto-juvenil e contador de Histórias.

Após desenvolver um projeto conhecido como Autor Presente e distribuir 20 mil cópias do primeiro e segundo livro que escreveu, (O sabiá e o abacateiro) e (O menino dos 7 sonhos) em mais de 200 escolas do Centro Oeste e Triangulo Mineiro, o escritor decidiu que faria suas viagens a cavalo e então começa uma longa jornada de estudos sobre montaria, cuidados com o animal, quais raças eram resistentes o bastante para cavalgadas de longa distância, etc.

A Escolha do Animal

A escolha do animal sem dúvida era uma de suas maiores preocupações e só depois de muito estudo e de conhecer a fundo não só características de cada raça, mas também a história de cada uma delas faria sua escolha. 

Leonardo Letra tem seus projetos totalmente voltados para o social e após conhecer a história de dedicação e nobreza de Cassiano Antônio da Silva Campolina, (Cassiano Campolina), homem que iniciou os cruzamentos que deram origem a raça, fez sua escolha e optou pelo Campolina Marchador.

O texto escrito por Cassiano Campolina em seu testamento, a doação de grande parte de seu patrimônio para a criação de um hospital na cidade Entre Rios de Minas, funcionários da fazenda e até pessoas da comunidade após seu falecimento foram de grande influência.

O Longo Caminho Antes do Início

A partir da escolha da raça que o levaria em sua jornada literária veio a parte mais complexa, conhecer criadores, aprender a montar e a cuidar de um animal e ainda, validar uma hipótese, cavalgar os quatro caminhos da Estrada Real com apenas um cavalo e sem carro de apoio.

Para que isso fosse possível lançou o Projeto Caminhos da Estrada Real. A ideia inicialmente era percorrer apenas o caminho dos Diamantes que vai de Diamantina a Ouro Preto, MG e o Caminho Velho que vai de Ouro Preto a Paraty no Rio de Janeiro e isto era para ele o suficiente e algo incrível.

Leonardo Letra conseguiu apoio dos criadores e também da ABCCCampolina presidida naquele momento por Beto Horst do Haras Campolina das Marias. Faltava ainda o mais importante, o cavalo. Finalmente, o amigo Eduardo Muzzi do Haras Oeste Minas Campolina ofereceu um de seus melhores animais castrados, (Bolero do Oeste Minas Campolina) para a viagem.

Os Caminhos da Estrada Real e o Campolina Marchador

A partir daí começava uma grande história entre o escritor e o Campolina Marchador, e que o tornaria o primeiro e único cavaleiro a percorrer os quatro caminhos da Estrada Real ininterruptamente, sem revezamento de animal e sem carro de apoio, reconhecido e certificado pelo Instituto Estrada Real.

Nos próximos artigos você vai saber tudo sobre a cavalgada, peculiaridades de cada caminho, dificuldades encontradas por cavaleiro e cavalo, dicas e muitos mais. 

Até breve!

Leonardo Letra.


Anterior Ferraduras em Cavalos Marchadores
Próximo Campolina Marchador - A Raça

Sobre o Autor

Jacira Omena
Jacira Omena 326 posts

Viajante e Escritora - Escreveu o Livro - Viajar a Cavalo:Um Guia Passo a Passo. "Viajo pelo mundo a cavalo sempre a procura de algo novo e surpreendente, e com grande frequência sou bem-sucedida nessa busca!

*O conteúdo dessa matéria é de inteira responsabilidade do seu autor, não tendo a Viajar a Cavalo qualquer responsabilidade sobre o teor dessas informações.

Você também pode gostar de

História, Arte & Literatura Leia e comente!

Tornado ou Silver – O Verdadeiro Nome do Cavalo do Zorro

Quem é o Zorro? É um sujeito com bigodinho que se veste de preto ou um cara de camisa azul e chapéu branco?
Ele prefere usar espada ou seus revólveres 38?
Seu cavalo é o garanhão negro Tornado, ou o branco Silver?

Incitatus – O Cavalo-Senador do Imperador

Incitatus, o cavalo-senador do imperador Calígula, tinha ficha limpa e não fraudou o Orçamento

Passeio no Campo

E para onde eles estão indo?
Ah, só podia ser!: a cocheira dos cavalos.
E lá estão eles… sonhando em montar um cavalo e sair desbravando caminhos.

Leia e comente!

Nenhum Comentário ainda

Você pode ser o primeiro a comentar esse post!